Menu
da capo
Meu coração, não sei por que, bate feliz quando te vê
Pixinguinha
Playlists com músicas especiais para você

Vista da Ponte do Canal da Barra

– por Paula Musique –

Quem não gosta de curtir o verão em Florianópolis? Durante a estação mais quente do ano, a ilha é invadida por turistas gaúchos, paulistas, argentinos, uruguaios e paraguaios, e a cada ano que passa, cresce o número de estrangeiros vindos da América do Norte e da Europa para apreciar as belezas da terrinha catarinense. Mas e se você é o tipo de pessoa que gosta de viajar e fazer o que a maioria dos turistas não fazem? E se você gosta de ir aonde os nativos da região vão? Aqui você vai ler a primeira sugestão de passeio fora do comum para aproveitar sozinho, com a família, com os amigos ou com o seu amor.

Este passeio pode também ser feito em todas as estações do ano, tendo que excluir somente a parte de se divertir na água gostosa da bela Floripa. E se você é manezinho da ilha (apelido carinhoso dado aos nascidos e criados em Florianópolis), talvez você mesmo nunca tenha feito estes passeios e pode se planejar para fazer nesta estação.

Vamos às sugestões que vão fazer você se apaixonar ainda mais – tanto pela ilha quanto pelo seu amor. A ilha é um ótimo DESTINO ROMÂNTICO – basta saber ir nos lugares certos nas horas certas. Pode ter certeza que a brisa do mar, o pôr-do-sol durante uma caminhada de mãos dadas, um passeio de barco, o barulho das ondas, uns momentos nadando na água quentinha do entardecer, o cheirinho da chuva que cai de vez em quando e muita ostra no jantar é um ótimo combo para AQUECER AS CHAMAS DA PAIXÃO! Confie em mim. ;)

Comecemos com o primeiro passeio no LESTE DA ILHA, aventurando-nos com os ENCANTOS DA BARRA DA LAGOA:

PASSEIO N.1:
— Barra da Lagoa com Passeio de Barco pelo Canal e Prainha Que-Deixou-De-Ser-Secreta —

A Praia da Barra da Lagoa é situada no leste da ilha e no verão é possível perder 1 hora no percurso Lagoa da Conceição -> Barra da Lagoa, seja de carro ou ônibus e depois mais 2 horas na volta deste mesmo percurso se você escolhe ir e vir no mesmo horário que as outras centenas de carros. Então aqui vai uma dica de ouro para você: vá de barco. É mais bonito, tranquilo e relativamente rápido.

[Para ler o post com o segundo passeio, no SUL DA ILHA, clique aqui: Armação e Matadeiro – trilha e piquenique]

Mapa do Percurso do Barco do Canal da Barra da Lagoa

Pegue o ônibus até o centrinho da Lagoa da Conceição, ou estacione no centrinho (há muitas ruas onde você pode estacionar gratuitamente) e caminhe até o Terminal Hidroviário (Cooperbarco) que fica na ponte da Av. das Rendeiras. Durante a curta caminhada já dá de fazer umas comprinhas e ver os habitantes “estilo alternativo” que ficam por ali.

Mapa do centrinho da Lagoa da Conceição (é melhor estacionar na área demarcada para evitar o trânsito naquela rua, que dependendo da época, fica parado)

Lembre-se de deixar seu like, se você gostar de nosso conteúdo. Comentários são muito gratificantes também, pois sua interação nos motiva a escrever mais. Volte aqui de vez em quando e siga o blogue nas redes sociais ;)

Compre o bilhete para o barco que vai para o CANAL DA BARRA DA LAGOA (tarifa: R$ 11 para ir + R$ 11 para voltar). Não se confunda com o barco da Costa da Lagoa. O Canal da Barra liga a lagoa ao oceano. Dependendo da época do ano, este trajeto está disponível somente sábados, domingos e feriados. Na alta temporada a frequência é muito maior. Para mais informações ligue para o telefone 48 3232-8266 ou acesse https://cooperbarco.wordpress.com/. Nem sempre o barco sai pontualmente, o que não é um problema já que você pode aproveitar para tirar fotos e relaxar um pouco no cais.

[Confira aqui quais são as 30 Questões Intrigantes para se Perguntar Todos os Dias]

O Terminal dos Barcos, o cais e a ponte da Lagoa

No barco no Canal

Canal da Barra

Casas no Canal da Barra


MINHA SUGESTÃO DE PASSEIO:
O percurso dura aproximadamente 40 minutos e você vai parar no Ponto Final (Ponto 1). A partir dali você pode:
a) ir para a Praia da Barra da Lagoa (1), comprar um caldo de cana ou uma água de coco e relaxar ou nadar;
b) caminhar rumo ao lado esquerdo da praia, onde há ondas propícias para o surfe;
c) visitar o Projeto TAMAR (2) (piscinas com tartarugas marinhas – bom programa para quem está com crianças – custa R$ 15 inteira e crianças até 1,20m de altura não pagam);
d) fazer snorkeling no canal (3) – perto do farol (aprox. R$ 20 por 1h, treinamento e “equipamento” incluso);
e) cruzar a ponte (4) e caminhar pelas casas e hostels + curtir a Prainha da Barra (5) (que muitos anos atrás era meio-que-secreta, mas agora é invadida por turistas) + nadar nas piscinas naturais (6);
f) sentar perto do farol (7) e observar tudo e todos ao redor.

Mapa da Barra da Lagoa

Se eu fosse fazer este passeio novamente, faria na seguinte sequência: pegaria o barco na Lagoa às 14h (para fugir do torrão do sol), ao chegar na Barra, caminharia um pouco nos arredores do canal e do farol para reconhecimento de território, em seguida iria para a Praia da Barra e passaria umas 2h lá (nadando, sentada vendo as pessoas passarem, tomando caldo de cana, comendo meu lanche, rindo com amigos, lendo e torcendo para que tivesse caiaque para eu alugar e remar um pouco), depois cruzaria a ponte (tiraria umas fotos lá de cima, claro) e caminharia na vila olhando as casas e falando com os estranhos. Seguiria até as piscinas naturais para tirar fotos e depois iria para a Prainha da Barra passar uns 30min-1h deitada lá. Se estivesse muito calor, entraria na água novamente. Depois tomaria um banho de ducha e iria para o farol, sentaria lá, com um copão de açaí em mãos, conversando com os amigos, observando os pescadores, os turistas e o fim da tarde de verão. Voltaria pro Ponto 1 para pegar o barco e iniciar minha jornada para casa. Chegando na Lagoa, se estivesse com fome iria a um food truck para comer hamburger com batata frita e depois pegar meu carro e voltar cantando com os amigos alegrinha para casa. — Você pode adaptar este roteiro de acordo com suas preferências e com sua companhia. Da última vez, fui de manhã e o sol de meio-dia estava fortíssimo, mas é claro que, se você for pela manhã, bem cedo, dá para fazer tudo com bastante tranquilidade (TAMAR, snorkling, trilhas, surfe, vôlei de praia) e voltar com aquele bronzeado ilhéu. 

Para almoçar, não há nenhum restaurante ali que eu ache excelente e que eu possa recomendar. Um de meus restaurantes favoritos na ilha fica na Barra da Lagoa, não tão longe do mar, mas teria de ir de carro (Restaurante Ponta das Caranhas).


Prainha da Barra (ex-praia secreta)

Fique atento aos horários de retorno do barco. Após um dia cheio de diversão e apreciação de belezas naturais, você estará feliz e esgotado e será muito gostoso não ter de dirigir por 2 horas em um pequeno trecho. Pegue o barco de volta, feche os olhos e deite no ombro do seu amor (ou deixe a filharada deitar em você) e relaxe até chegar na ponte da Lagoa. Pronto! Agora você pode voltar para casa/hotel. Ou… Se você é daquele com energia para dar e vender, pode curtir o centrinho da Lagoa à noite e comer num dos food trucks park ou dirigir pela Av. das Rendeiras e escolher um restaurante para jantar.

Praia da Barra da Lagoa

Vista da Ponte do Canal da Barra

Nossa sugestão neste post é focando no passeio de barco pelo canal, mas você pode curtir a Barra da Lagoa de outras formas também. Você pode ficar hospedado nos hostels cruzando a ponte – uma experiência mais descolada-, ou ficar nas pousadas da praia com sua família; assim você não sofre com o trânsito de verão e pode usufruir de todas as atrações da praia com mais calma. E se você ficar hospedado em outra praia ou bairro de Floripa, planeje-se para sair de carro ou ônibus de sua acomodação às 7h da manhã e leve tudo que é necessário para voltar somente às 22-23h – assim você curte aquela região por um dia inteiro sem desperdiçar horas no trânsito.

Passeio de barco

Praia da Barra da Lagoa

O que causa o congestionamento, no verão, saindo da Barra rumo à Lagoa da Conceição? No fim de tarde ou à noite, todos os residentes e turistas de Floripa que estavam na Praia da Barra da Lagoa, Praia da Galheta, Praia Mole, Praia da Joaquina e na Lagoa da Conceição pegam a estrada (que é uma pista única) para retornar a seus lares ou hotéis. Mas se você não tiver como fugir do trânsito lento, não deixe isto lhe abater. Ligue o som e cante junto. E quando o trânsito estiver literalmente parado, puxe assunto com os outros motoristas. ;)

Seja de barco, carro ou ônibus, programe-se bem e inclua a Barra da Lagoa com seus encantos em seu itinerário de férias.

Aiai… Adoro a Barra da Lagoa. Se você já fez este passeio pelo Canal da Barra ou tem um carinho especial por esta praia, CONTE PRA GENTE NOS COMENTÁRIOS.

[Para ler o post com o segundo passeio, no SUL DA ILHA, clique aqui: Armação e Matadeiro – trilha e piquenique]

 

*Fotos (sem edição e sem filtro): acervo pessoal

Lembre-se de deixar seu like. Seu like me motiva a escrever mais. Seu like me faz escolher vir aqui escrever, em vez de ler um dos livros que estou lendo, ou assistir um filme, ou tocar piano… Got it?
Participe de nossas enquetes na barra lateral (computador) ou na parte inferior (smartphone) do blogue.
Siga o blogue e compartilhe com os seus amigos ;)

Paula Musique
Viver vai muito além de realizar meus próprios sonhos, pois posso dar as mãos ao próximo e ajudá-lo a realizar seus sonhos também & a vida fica muito melhor com Música.
5 comentários
Você também pode gostar de ler:
  1. Ygor 10/01/2018

    Nunca fiz estes passeios na barra da lagoa, mas conheço a praia e é a minha preferida na ilha!
    Achei o post ótimo, principalmente para mim, que moro na cidade a 6 meses e não conheço quase nada, agora quando for me aventurar pela ilha já tenho um roteiro!

  2. Helena 08/08/2018

    um dia ainda vou visitar a famosa ilha de Florianópolis! parece ser um passeio divertido este do post.

Copyright - Paula Musique © Todos os direitos reservados.