Menu
da capo
Meu coração, não sei por que, bate feliz quando te vê
Pixinguinha
Playlists com músicas especiais para você

 

Las Vegas, 8 de fevereiro de 2013

Querido diário,

Estou passando uns dias em Las Vegas e me divertindo muito. Aqui da sala de minha suíte tenho uma bela vista do deserto do estado de Nevada. Tenho me surpreendido e dado muitas gargalhadas nestes dias.

Estava muito animada para conhecer a cidade do famoso jargão “o que acontece em Vegas, fica em Vegas” (what happens in Vegas, stays in Vegas) – não que eu fosse fazer algo que tivesse de ficar esquecido lá pelo deserto. ;) Logo que cheguei ao hotel, não imaginava que seria tão enorme assim. Fiquei feliz que ganhamos a vinda a esta conferência com tudo pago pela empresa. Bom, já na recepção, onde colaboradores convidados do país inteiro faziam checkin,  fiquei de papo com o rapaz do balcão, contei que sou do Brasil, que estava me sentindo no filme “Se Beber não Case” e “Cassino”, entre risadas aqui e ali, ele me ofereceu, gratuitamente, um upgrade para uma super suíte – a Piazza Suite com mais de 130m2! Diário, cê não faz ideia! Tipo aquelas suítes de filmes de Las Vegas mesmo: com hall de entrada, lavabo, sala de jantar, sala de estar, banheira grandona num banheiro extravagante, quarto lindo e enorme, janelões com vista pro deserto. Presentão mesmo! (imagens do meu quarto, abaixo)

Fonte: www.thevenetian.com

Na minha primeira noite aqui no The Venetian Palazzo Hotel, quis explorar o hotel como sempre faço. Vi que havia muita decoração chinesa em celebração ao ano novo chinês. Serpentes gigantes por todo lado (MEDOOOOO!!!). Mas estava feliz da vida tirando fotos de tudo, até que vi de longe um grupo de japinhas também tirando fotos de tudo e dando suas risadinhas fofas. Após uns minutos, quem vem falar comigo? Sim, a comitiva asiática. Elas ficavam olhando pra mim e comentando coisas no idioma delas (coisas boas, espero! Haha). Bem envergonhadinhas pediram pra tirar foto comigo. Será que eu parecia alguma personagem de desenho japonês? Ahaha. Sei lá. Elas são de Tóquio e mal falam inglês… Tirei foto com elas, pois adoro japinhas. Acho que são encantadoras. 

Okay, continuei minha caminhada e percebi que Veneza, cidade italiana, está dentro deste hotel. Pensa numa pessoa fascinada! Não consigo acreditar que tem uma piscina gigante aqui imitando os canais de Veneza, com gôndolas por todo lado e gondoleiros cantando em italiano. E o céu? Até o céu azulado com nuvens perfeitamente pintadas estão no teto. Criatividade humana no último! Este hotel parece não ter fim. Cassino lindíssimo e gigantesco, corredores e mais corredores, lojas e mais lojas, restaurantes lotados. Tudo aqui dentro.

Fonte: Internet

No dia seguinte, eu tinha a missão de conseguir finalizar a exploração e ver todo o hotel. O dia estava lindo, céu azul, temperatura amena. Fui pro andar da piscina. Coisa linda! Deitei pra pegar uma vitamina D e observar pessoas. Após um tempo, continuei minha caminhada. Numa outra área havia salões e mais salões, e muitas jacuzzis. Sentei na borda de uma jacuzzi, coloquei minhas pernas para dentro e curti o silêncio.  Incrível aquela grande área estar vazia esperando por mim. Além disso, acredite, tem a Ponte de Rialto aqui, a Torre Campanile e a Piazza San Marco.

Ah… E o Canyon Ranch SpaClub… O que dizer da minha experiência de hoje à tarde? Fomos numa ala que era somente para mulheres, então fui com uma amiga de Dallas. Rimos e relaxamos muito no iglu, sauna finlandesa, salas relaxantes com iluminação especial no teto, barulhinho de chuva, etc.

Okay. Vamos a Mrs. Dion! Após ficar encantada com o spa, caminhando pela ala dos eventos corporativos, percebi que havia uma lojinha de ingressos para shows em Vegas e vi uma anúncio do show de Celine Dion. Eu nem imaginava que ela fazia shows frequentes por aqui. Infelizmente, não pude ir e logo vou embora, mas pelo menos assisti o show do Cirque du Soleil THE BEATLES – LOVE. Bom, mas logo em seguida fiquei muito orgulhosa de ser brasileira. Pelos corredores do hotel, começou a tocar “Como uma Deusa”… ♫ “Como uma deusa você me mantém e as coisas que você me diz me levam além”♫. Pensei: “Caracaaaa! A Celine está cantando a música da Rosana! Não acredito”!

Videoclipe de 1995

Sabe quando você “pensa sem pensar”? Foram milésimos de segundos até que caí na real. “Paulinhaaa, hellooo! A Celine cantando uma power balada brasileira dos anos 80? Claro que é ao contrário, ‘Como uma Deusa’ deve ser originalmente da Celine e não da Rosana do Brasil”. Ri alto, pois foi um milésimo de segundo muito feliz, aquela mesma sensação ao ouvir Frank Sinatra cantando nossa “Garota de Ipanema”.

Fonte: www.celinedion.com

—> Continue lendo, a seguir, aventuras no cassino e curiosidades sobre The Power of Love e Celine Dion.

Paula Musique
Viver vai muito além de realizar meus próprios sonhos, pois posso dar as mãos ao próximo e ajudá-lo a realizar seus sonhos também & a vida fica muito melhor com Música.
Você também pode gostar de ler:
  1. Maria 14/08/2018

    Ri muito, minha filha. Que divertido. :D

  2. Cris 28/01/2019

    Essa música, cantada pela Celine Dion, é da compositora americana, Jennifer Rush.

    • Paula Musique respondeu Cris 28/01/2019

      Sim, The Power of Love é de autoria de Gunther Mende, Candy DeRouge, Mary Applegate e Jennifer Rush. ;) No post eu explico isto.
      Decerto você não leu o post por completo… Acontece… rsrs…

Copyright - Paula Musique © Todos os direitos reservados.