Menu
da capo
Eu não falhei. Só descobri 10 mil caminhos que não eram o certo
Thomas Edison
Playlists com músicas especiais para você
09 de março de 2019
uma leitura de 5 minutos

Surpreenda-se: O que é Música em 8D?

Foto: Reprodução

– por Paula Musique –

[compartilhe com seus amigos, eles vão curtir e lembre-se de deixar seu like no post e um comentário – isto nos motiva a escrever mais]

Comece a ler este post ouvindo esta música abaixo. Mas tem de ser com fones de ouvido em ação. Se você está sem fones agora, leia o texto e escute as canções quando chegar em casa. Você terá uma experiência bem diferente. E esta á MINHA INDICAÇÃO MUSICAL de hoje: Música 8D.

Você já ouviu falar de Música em 8D? Afinal, o que é isto? Quem começou a produzi-la e quando? Por quê? O que faz com que os canais que oferecem estas músicas cresçam tão rápido?

Eu recebi um áudio pela primeira vez na semana passada. Um amigo passou por WhatsApp e eu fiquei chocada quando ouvi com fones de ouvido. Logo fui pesquisar do que se tratava e decidi que escreveria para vocês sobre o assunto.

8D é possível?

Alguns dizem que “Música em 8D” é uma terminologia equivocada, quando consideramos que existem apenas 3 dimensões: altura, profundidade e largura – como aprendemos na escola. Mas de acordo com a Teoria da Relatividade há 4 dimensões e a Teoria das Cordas afirma que são 11. E agora?

Isto me fez lembrar de quando assisti o filme Shrek 4D, de doze minutos, na Universal Studios, em Orlando (EUA). O termo cinema 4D se refere aos efeitos físicos que você sente durante a atração. Conforme as cenas acontecem, você é “transportado” e convidado a “entrar” numa aventura com o Shrek através de efeitos que você sente vindo, principalmente, do seu próprio assento e do assento da frente: spray de água no seu rosto; jato de ar na sua nuca e no seu rosto; assento indo pra frente, pra trás, pra cima e pra baixo – tudo de acordo com as cenas do filme.

Leia mais sobre o que este blogue oferece
Divirta-se aprendendo a ler partitura com exercícios automatizados
Testes seus conhecimentos sobre História da Música
A polêmica obra “O Passarinho Maluco” de Schoenberg
Pérolas dos Vestibulares de Música

Mas o que é Música em 8D?

O termo correto é música ambisônica. Do latim, ambi exprime a ideia de duplicidade, de vários lados, ao redor de. Sônico vem de som.

“Música em 8D” não é uma tecnologia de ponta e nem é um gênero musical (como pop, rap, bossa nova, salsa). Então, o que é? É uma música que foi manipulada com software de áudio, recebendo efeitos que fazem com que o ouvinte tenha a sensação de que os sons estão se movendo ao seu redor, até mesmo com distâncias diferentes. É necessário ouvir com fones de ouvido – preferencialmente de alta qualidade. Apesar de estar com fones, tem-se a sensação de não estar usando.

Foto: Reprodução

Para explicar melhor:

– estas músicas de artistas famosos que você escuta no YouTube não foram gravadas com altíssima tecnologia
– quando foram gravadas os artistas não tinham que tocar e cantar ao mesmo tempo que se movimentavam para mais perto ou mais longe, mais para esquerda ou direita do microfone durante a gravação

Aí você me pergunta: “No way! Mas eu escuto, sim, o som da guitarra, do piano, das vozes indo pra direita e pra esquerda, pra trás e pra frente, até escuto por cima e por baixo. Você está dizendo que é mágica?

Ouça a música a seguir, Believer da Banda Imagine Dragons, enquanto prossegue lendo esta matéria.

O que acontece é o seguinte:

Você escolhe uma música que você quer transformar em 8D (como já disse o nome correto é ambisônica, mas vou usar o nome da modinha), pega o áudio original, que foi gravado normalmente em estúdio ou ao vivo – sem malabarismos – e MANIPULA A MÚSICA EM SOFTWARE DE EDIÇÃO DE ÁUDIO.

Software de Edição de Áudio

Existem inúmeros DAWs (Digital Audio Workstations) que são softwares para trabalhar com áudio, tais como: Logic, ProTools, Sonar, Audacity e Ableton. Eles oferecem diversas ferramentas de manipulação de áudio. É possível se fazer coisas incríveis com estes DAWs – desde você gravar o som de uma pessoa amassando uma folha de papel e transformar este som em algo parecido com uma explosão, até você gravar o som de um violino no seu próprio quarto e fazer o violino soar como se estivesse em uma enorme catedral. O mundo da gravação e produção musical é fascinante, não é?
E é com estes softwares que você edita os sons, aplicando efeitos como PAN e REVERB que irão dar as sensações da Música 8D.

Teste seus conhecimentos sobre Instrumentos Musicais
Eu, Adolescente nos Anos 90
Como escrever um Plano de Ensino Impecável
Você sabia que George Harrison (The Beatles) gravou uma música brasileira?

O MELHOR LIVRO DE TEORIA MUSICAL

Este artigo continua após este “momento comercial” (risos) sobre o meu livro FAVORITO de Teoria Musical – de todos que já li (amo o tema) este é o melhor. Para quem quer entender tudo de teoria, ser expert em leitura de partitura, conhecendo o nome de todos os símbolos musicais e para que servem, este é o clássico da Teoria da Música, escrito pelo tcheco Bohumil Med – o mais completo compêndio escrito em português. Por isto é o IDEAL PARA VESTIBULANDOS do curso de Música. Li por inteiro pela primeira vez quando era ainda adolescente (enchi o meu de marcações e grifos) e é o livro-base que utilizo para lecionar leitura musical. É muito detalhado e didático. Excelente para iniciantes que querem começar na música com o pé direito e também para músicos profissionais e professores que querem se aperfeiçoar, compreendendo as particularidades da mais bela de todas as artes: a Música!

Resumindo:
É o livro NÚMERO 1 DA TEORIA DA MÚSICA.
Se você pode comprar apenas um livro de teoria, deve ser este.
Conteúdo: Tudo sobre teoria da música, em detalhes, de forma muito didática e com exercícios simples para fixar o assunto.
Para quem é: iniciantes na Música, músicos profissionais, professores e VESTIBULANDOS!
Detalhes sobre o livro: a 5a edição é de 2017, tem 621g e “apenas” 399 páginas de pura magia musical.
Recomendações: Ler com muita atenção, ao som de boa música (recomendo jazz ou erudito) e tomando sua bebidinha favorita.
Exercícios: Para acompanhar o livro de teoria, você pode adquirir o volume que vem cheinho de exercícios COM GABARITO para você fixar o conteúdo que estudou ou para usar como atividades para seus alunos de música.

Teoria da Música. Vademecum da Teoria Musical

Teoria da Música. Livro de Exercícios

Obs.: Se você comprar através dos links acima, eu recebo uma pequena comissão (aê! agora fico rica!). Você comprando com meu link ou sem meu link, o preço para você é o mesmo. ;) Thanks!
.
Voltando…

Quem começou a produzir Música 8D e quando?

Invenção do argentino Hugo Zuccarelli, a holofonia é um sistema capaz de gravar e reproduzir sons em três dimensões, criando uma sensação espacial completa — e não apenas estereofônica de direita-esquerda. A novidade surgiu no final da década de 1970, antes de a norte-americana Dolby criar sua tecnologia surround”.
Estes efeitos já são usados há muito tempo, não apenas na música, mas também em áudios ambisônicos com som de fala, áudios com ruídos, ou seja, áudios criados para a composição cênica – do cinema ou teatro, por exemplo -, para que tenhamos também esta sensação do som em movimento quando assistimos.

Música ambisônica é usada também para VR (virtual reality). Continue lendo, enquanto clica no áudio abaixo (do ano 2008, em inglês) e recebe um “corte de cabelo virtual” com nosso barbeiro – fica ainda mais interessante a partir do minuto 2:30.

 

Realidade Virtual

É uma tecnologia de interface que, por meio de um ambiente virtual criado a partir de um sistema computacional, consegue “enganar” os sentidos do usuário. Através de efeitos visuais, sonoros e até mesmo táteis, a realidade virtual permite a imersão em um ambiente simulado. Você já teve alguma experiência com VR? O áudio ambisônico ou 8D é uma ferramenta imprescindível para que a experiência seja completa.

Oportunidade

Ainda não vi no YouTube um canal brasileiro focado apenas em Música em 8D. Sabe-se que em outros países há canais com milhões de inscritos e milhões de visualizações dos hits de Queen, Imagine Dragons, Ed Sheeran e Twenty One Pilots, por exemplo.

Talvez seja uma modinha que passe logo, então a hora é agora para que músicos brasileiros que trabalham com gravação e produção musical tirem vantagem deste momento e lucrem com isto. Os canais mais populares da internet, até então, são 8D Tunes e Trillion – 8D Music.
#ficaadica


O que você achou? Já havia escutado música 8D antes? Quais foram as suas sensações?

Lembre-se de deixar seu like e seu comentário. Isto me motiva a escrever mais.
Participe de nossas enquetes na barra lateral (computador) ou na parte inferior (smartphone) do blogue.
Siga o blogue e compartilhe com os seus amigos ;)

Paula Musique
Viver vai muito além de realizar meus próprios sonhos, pois posso dar as mãos ao próximo e ajudá-lo a realizar seus sonhos também & a vida fica muito melhor com Música.
Você também pode gostar de ler:
  1. Elias 09/03/2019

    Isso é som binaural, já existe há vários anos, mas o efeito é mesmo incrível.

    • Paula Musique respondeu Elias 10/03/2019

      Dizem que “8D” está à frente do binaural, mas estão relacionados.
      O termo mais apropriado é “ambisônico”.
      Sim, explicamos no texto que existe há vários anos e que o conceito começou a ser desenvolvido na década de 70.
      Obrigada por sua visita. Volte sempre.

  2. Coruja 10/03/2019

    Excelente trabalho!
    É incrível como os sons podem fazer nosso cérebro se transportar para outros ambientes!

    • Paula Musique respondeu Coruja 14/03/2019

      Obrigada, Coruja!
      É… Nossos sentidos são poderosos! :D

  3. Jaqueline 21/04/2019

    Achei interessante, uma pena que não tenho bons fones de ouvidos (Daqueles grandões) pra ter uma experiência melhor. A sensação parece ser maravilhosa ♥

    http://www.blogflorescer.com

    • Paula Musique respondeu Jaqueline 21/04/2019

      Com um fone de mais qualidade a experiência é melhor mesmo. :) Que bom que você gostou. Volte sempre!

Copyright - Paula Musique © Todos os direitos reservados.